Terça, 20 de Outubro de 2020
86994186882
Política Parceiros

Oportunista, Ciro abraça Bolsonaro e esquece que o chamava de fascista

Em 2017, Ciro Nogueira dizia apoiar Lula em uma eventual corrida à Presidência, e fez críticas ferrenhas ao capitão reformado em entrevista à TV Meio Norte.

02/08/2020 16h08 Atualizada há 3 meses
Por: Francisco Lima
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O senador Ciro Nogueira (PP-PI), que recebeu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em visita ao Piauí três anos após chamá-lo de "fascista e preconceituoso", deu um presente ao líder do Executivo nacional. 

O senador é presidente do Progressista, um dos partidos do centrão. Nas redes sociais, ele anunciou: deu ao presidente uma camisa do River-PI para concluir a visita a São Raimundo Nonato, no Sul do estado.

"Não poderia deixar o presidente Jair Bolsonaro ir embora do nosso estado sem receber o nosso Manto Sagrado, a camisa do River, a mais bonita do Brasil e do mundo!", escreveu Ciro Nogueira no Twitter. 

Ele postou um vídeo entregando a camisa a Bolsonaro, que manda um abraço ao Piauí e à torcida do River. 

Em 2017, Ciro Nogueira dizia apoiar Lula em uma eventual corrida à Presidência, e fez críticas ferrenhas ao capitão reformado em entrevista à TV Meio Norte.

"Ele tem um caráter fascista, preconceituoso. É muito fácil você ir para a televisão dizer que vai matar bandido. É um discurso muito fácil, mas isso não é para presidente da República. O Bolsonaro não tem capacidade de governar. Ele nunca geriu nada." 

A passagem de Bolsonaro pelo Piauí foi parte de sua primeira viagem oficial após se recuperar da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.