Terça, 20 de Outubro de 2020
86994186882
Política Com drogas

Avião que era do Governo do Piauí é encontrado queimado

Autoridades locais afirmam que narco-avião foi queimado pelos traficantes para tentar despistar ação da polícia.

22/08/2020 15h10 Atualizada há 2 meses
Por: Francisco Lima
Narco-avião encontrado na Guatemala por autoridades policiais (Foto/República)
Narco-avião encontrado na Guatemala por autoridades policiais (Foto/República)

Um avião Xingu PP-EIJ, que pertenceu ao governo do Piauí, foi apreendido com drogas na Guatemala, de acordo com informações das autoridades locais.

Segundo informações do site Republica.gt, a aeronave foi encontrada no município de San Andrés, Petén. Junto com o narco-avião, pacotes de drogas também foram encontrados perto do rio Escondido.

O narco-avião foi encontrado queimado. Autoridades disseram que a prática é comum entre narcotraficantes. Objetiva dificultar o trabalho das autoridades.

No meio do mato e nos escombros da aeronave, os militares encontraram 10 pacotes de drogas. Foram convocados representantes do Ministério Público e agentes da Subdirecção-Geral de Análise de Informações Antinarcóticos (SGAIA) da Polícia Nacional Civil.

Em 19 de agosto, o Exército da Guatemala localizou um avião abandonado na fazenda Nuevo Bracitos, na jurisdição de Mazatenango, Suchitepéquez.

Esta área da costa do Pacífico da Guatemala é usada por traficantes de drogas para transportar drogas para o México.

“A maior parte das pistas estava localizada nos departamentos de Petén (6), Quiché (2) e Izabal (1)”, informou o Ministério da Defesa.

Além disso, foi indicado que durante o mesmo período foram localizados onze aviões e nove jatos. “Eles também estão ligados a estruturas criminosas”, enfatiza.

Quase toda a costa do Pacífico da Guatemala é usada por criminosos como depósito de proteção de drogas que depois são enviadas para os Estados Unidos, via território mexicano.

O Xingu ano 1985 foi leiloado em 2017 pelo governo do estado juntamente com o Navajo, ou Navajão, como era mais conhecido.

O primeiro teve lance inicial de R$ 630 mil. O segundo foi vendido a partir de R$ 85 mil.

De acordo com a Rede de Segurança da Aviação, o Embraer EMB-121A1 Xingu foi encontrado incinerado por policiais da Guatemala: “Um avião queimado foi encontrado por policiais da Guatemala. Tinha sido usado para transporte de drogas. A aeronave usava marcas falsas dos EUA e foi oficialmente cancelada como WFU.” (Toni Rodrigues)

Veja aqui dados da REDE DE SEGURANÇA DA AVIAÇÃO

CONFIRA matéria do SITE REPÚBLICA

CONFIRA matéria da TN23

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.