Quarta, 21 de Outubro de 2020
86994186882
Política Briga judicial

W.Dias perde briga na justiça contra médico bolsonarista

O caso aconteceu em maio deste ano em Brasília e se referia às medidas de isolamento social tomadas pelos governadores.

24/08/2020 14h28 Atualizada há 2 meses
Por: Francisco Lima
Foto: Montagem
Foto: Montagem

O governador do Piauí, Wellington Dias, contratou o escritório Aragão & Ferraro Advogados Associados, do ex-ministro do governo Dilma, Eugênio Aragão, para tentar tirar os vídeos da internet em que o apoiador do presidente Jair Bolsonaro, médico Nelson Freire, (vídeo do Instagram) chama os governadores de “cafajestes e mentirosos”.

O caso aconteceu em maio deste ano em Brasília e se referia às medidas de isolamento social tomadas pelos governadores. Juntamente com Wellington Dias, outro governador petista também se sentiu ofendido, Camilo Santana, do Ceará. Ambos ajuizaram ações para tentar excluir os vídeos da internet.

Porém, o juiz da 4ª Vara de Brasília, Giordano Resende Costa, negou o pedido de liminar dos autores ao considerar que “o vídeo descrito nos dois links da inicial não faz qualquer menção específica aos autores, seus nomes não são mencionados e nem é feita menção direta aos Estados em que governam”.

O mesmo advogado do PT também entrou com outro processo em favor da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, e obteve decisão para que os vídeos onde a governadora era citada diretamente por Nelson Freire fossem excluídos do Facebook e Instagram.

Com informações do processo TJ-DF: 0717334-36.2020.8.07.0001. Com informações do blog Código do Poder.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.