Terça, 20 de Outubro de 2020
86994186882
Política Decisão judicial

Mão Santa vira réu por chamar professores de “galinhas”

"Não adianta cacarejar, os fracassados. Não vai me intimidar, galinhas cacarejadoras. A verdade prevalece, o saber vence a ignorância”, diz prefeito no vídeo.

11/09/2020 12h25 Atualizada há 1 mês
Por: Francisco Lima
Prefeito de Parnaíba, Mão Santa (DEM) Foto: GP1
Prefeito de Parnaíba, Mão Santa (DEM) Foto: GP1

O juiz Heliomar Rios Ferreira, da 1ª Vara Civil de Parnaíba, intimou o prefeito Mão Santa(DEM)  para prestar esclarecimentos, no processo movido pelo Sindicato dos Professores da Educação Básica do Piauí (SINTE/PI), no qual ele é réu por chamar os professores da Rede Municipal de Parnaíba de “galinhas cacarejadoras”.

Mão Santa aparece em um vídeo, gravado em outubro de 2019, afirmando que não será intimidado por “galinhas cacarejadoras”, se referindo aos professores que realizaram ato contra atraso de salário.

"Não adianta cacarejar, os fracassados. Não vai me intimidar, galinhas cacarejadoras. A verdade prevalece, o saber vence a ignorância”, diz prefeito no vídeo.

A declaração de Mão Santa gerou revolta na categoria e o Sindicato dos Professores divulgou nota de repúdio, na época, entrando em seguida com uma ação civil requerendo uma indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 70 mil. E agora o prefeito terá que se explicar na justiça.

 “É repugnante e lamentável ver que um gestor destrata as servidoras da educação sem qualquer brio ou decoro, em observância à sua condição de autoridade pública”, diz a nota divulgada pelo SINTE/PI, na época dos fatos.

Os professores foram insultados pelo prefeito após realizar passeata em protesto ao atraso no pagamento de salários de aposentados da educação. Prática constante, segundo o sindicato, desde que o prefeito assumiu em 2017.

"Não é a primeira vez que tal fato acontece, Mão Santa, durante uma solenidade numa escola, chegou a chamar as professoras de ladras e vagabundas, e agora de 'galinhas cacarejadoras”, afirma nota do SINTE/PI.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.